Ponta Delgada

Ponta Delgada foi elevada a cidade, por carta régia de 2de Abril de 1546, era Rei de Portugal D. João III

quinta-feira, janeiro 19, 2006

 

Hipotecar o futuro apagando o passado


Não se hipoteca o futuro de uma cidade só contraindo dividas. Na verdade, as más opções urbanísticas são mais perniciosas do que as dividas das autarquias. Eu tinha fé que, a contenção imposta pelo novo enquadramento da lei de financiamento das autarquias, tivesse a bonomia de não permitir a alguns autarcas fazerem disparates. Contudo, há sempre que arranje maneira de contrariar a tendência e como para o mal arranja-se sempre maneira, vieram na onda das SCUT, os PSCA- Parques sem custos par as autarquias. Na realidade, a construção do parque de estacionamento subterrâneo em frente ao Teatro Micaelense é uma forma encapotada de, ao abrigo de um acordo de exploração de vinte e cinco anos, fazer-se uma obra sem custos para a Autarquia e que vai ser paga pelo utentes, ou seja é um mecanismo inverso às SCUT.
Sobre essa invenção da Dr.ª Berta Cabral, tenho, pelo menos, duas coisas a dizer:
1-Não faz sentido que, depois de se ter gasto milhões do erário público para fazer obras no Teatro Micaelense, mantendo a sua traça original, enfeirar-lhe à frente um jardim de bancos de betão e quiosques de duvidoso sentindo estético;
2- Não faz sentido, pelo menos na minha cabeça, fazer obras em nome do estacionamento e acabar por reduzir o número de lugares disponíveis para esse mesmo estacionamento. Mais não digo sobre este disparate que é de uma falta de visão e ambição tais que só é mesmo ultrapassado pela “canadinha” que vai de Santa Clara à Relva ou por aquela amostra de via litoral sem sentido que a mesma autarquia fez em São Roque.
Eu sei que não vou mudar nada e que, a candidatar-se outra vez, a Dr.ª Berta volta a ter 70% dos votos, mas fica aqui registado para gerações vindouras que para além de uma maioria ávida de foguetório e forro, havia por essas paragens quem gostasse mesmo disso.
Como diz um amigo meu, "merecíamos políticos melhores".

terça-feira, janeiro 17, 2006

 

Tito na Urbana

A história mais hilariante do Tito Magalhães é uma passada ali junto à PEPE. Nesse tempo, circulavam pela cidade umas camionetas de passageiros que faziam, mais ou menos, o que fazem hoje os Mini-Bus. Eram as Urbanas. Uma das Paragens da Urbana mais movimentada de Ponta Delgada era junto à cafeteria PEPE, onde hoje é a Reviera Lady e onde, ainda hoje, existe uma paragem de Urbana. Em frente à PEPE juntavam-se dezenas de pessoas.
Um dia, assegurando que o espectáculo estava garantido pela presença de muita juventude na porta da PEPE, ao ver aproximar-se a Urbana, o Tito corre para a paragem em grande alarido, levanta o braço em sinal de paragem e o condutor pára a camioneta. Nesse momento, o Tito põe o pé no estribo do autocarro, faz o nó aos atacadores dos sapatos e exclama um "muito obrigado" para o Condutor.
Podem imaginar os impropérios proferidos pelo condutor e a galhofa da juventude em frente à PEPE.

Arquivos

04/01/2004 - 05/01/2004   05/01/2004 - 06/01/2004   06/01/2004 - 07/01/2004   12/01/2004 - 01/01/2005   01/01/2005 - 02/01/2005   03/01/2005 - 04/01/2005   08/01/2005 - 09/01/2005   09/01/2005 - 10/01/2005   11/01/2005 - 12/01/2005   01/01/2006 - 02/01/2006   06/01/2006 - 07/01/2006   10/01/2006 - 11/01/2006   02/01/2007 - 03/01/2007   04/01/2008 - 05/01/2008   06/01/2008 - 07/01/2008   12/01/2010 - 01/01/2011   03/01/2011 - 04/01/2011  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]